Comunicação em 3D


Quando nos comunicamos, as palavras representam somente 7% das mensagens que transmitimos. O restante é formado por gestos e recursos vocais (55% e 38%, respectivamente). Este mapeamento foi elaborado por Albert Mehrabian, professor de Psicologia da UCLA.

Embora muitos contestem essa divisão, podemos dizer que, em situações especificas, nossa comunicação segue bem de perto esses percentuais. Em momentos de tensão ou de formalidade, as emoções e os movimentos corporais que acompanham as palavras geralmente são mais evidentes. Nossa vida profissional é um exemplo de quando adotamos uma postura formal, mesmo quando estamos tomando um cafezinho com um colega de escritório.

Assim, nosso desempenho profissional exige uma espécie de comunicação tridimensional realizada com eficiência. Nossas mensagens devem ser enviadas com a boa escolha das palavras, expressividade e gestos coerentes.

Gino Cammarota